Pífanos e pifeiros

O documentário PÍFANOS E PIFEIROS faz um mergulho no universo imagético, sonoro e poético do pífano em Alagoas.

Devotos ou boêmios, sizudos ou brincalhões, quem são esses homens que tocam para o seu povo? Muitas vezes o tocador é também o artesão que encontra no caule da taquara a sonoridade ideal para dar alma ao instrumento. Os toques marciais, benditos, baianos e acordes inspirados em sons da natureza  compõem  um repertório que se adapta as várias ocasiões no meio cultural popular.

Apesar de ocuparem um lugar de destaque no conjunto das manifestações de cultura popular em Alagoas, constata-se na atualidade  uma preocupante redução do número das bandas de pífanos. Há  poucos instrumentistas prontos para ocuparem o lugar dos mestres que estão saindo de cena por morte ou pelo avanço da idade.

PIFANOS E PIFEIROS é um documentário média metragem, 52 minutos. Foi filmado nos anos de 2012 e 2013, nas cidades de Arapiraca, Taquarana, Limoeiro de Anadia, Viçosa, Maceió e Marechal Deodoro, Alagoas. O resultado é um filme rico em sonoridades, etnografia e reverência aos mestres da cultura popular.

Há a participação do Chau do Pife (Maceió), Mestre Bia (Viçosa), Mestre Rosalvo (Arapiraca), Mestre Antônio Argemiro (Limoeiro de Anadia), Mestre Gama (Maceió), João do Pife (Arapiraca), José Cícero (Marechal Deodoro) e também de estudiosos e apaixonados pelo tema como Railton Sarmento e Gustavo Quintela.

É uma coprodução da Manguaba e da Ideário. Direção de Hermano Figueiredo; produção: Regina Barbosa; Direção de fotografia: Yuri D’Magalhães. Patrocínio: Banco do Nordeste do Brasil, BNDES. Apoio da Algás, Gás de Alagoas S.A e do Sesc de Alagoas.